Skip to content Skip to main navigation Skip to footer

Eficiência no tratamento de esgoto em Araras chega a 60%

Eficiência no tratamento de esgoto em Araras chega a 60%
Os dados são das análises divulgadas nesta quarta-feira (13) pelo Saema


Vereadores estiveram visitando a Estação de Tratamento de Esgoto e puderam conferir de perto a diferença na cor da água que vem sendo despejada no Ribeirão Arary nesta quarta-feira (13)

O Saema (Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras) divulgou o laudo das análises do esgoto tratado da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e os resultados são satisfatórios chegando a 60,58% de eficiência.


Servidora Renata Batista, responsável técnica pele ETE com amostra colhida na saída da lagoa de tratamento nesta quarta-feira (13)

As análises foram de amostras colhidas no dia 29 de setembro e o resultado da Demanda Biológica de Oxigênio (DBO) foram os seguintes: amostra do esgoto colhido na entrada da lagoa de tratamento foi de 794 DBO e a amostra do esgoto colhido na saída, que vai para o Ribeirão Arary e que desemboca no Rio Mogi Guaçu, foi de 313 DBO, com uma eficiência de 60,58%. O prazo de cerca de 15 dias para divulgação dos resultados e um período utilizado pelo laboratório para suas análises. As análises do tratamento do esgoto da ETE de Araras são feitas pelo Hidrolabor Laboratório de Controle de Qualidade Ltda, da cidade de Sorocaba.


Resultados das análises feitas com amostras de esgoto da entrada da lagoa de tratamento


Resultados das análises feitas com amostras de esgoto da saída da lagoa de tratamento

Para se calcular o DBO, utiliza-se o valor de entrada, menos o valor de saída, dividido pelo valor da entrada novamente, multiplicando ao final por 100.

“Estamos muito felizes com o resultado, prova que nosso trabalho vem dando resultado, diferente do que andam maldosamente pregando na cidade. Para nós, e para aqueles que nos cobram com seriedade, esse número de mais de 60% de eficiência é motivo de alegria e esperança para o nosso futuro” comemorou o presidente executivo do Saema, Alexandre Castagna.


Amostra colhida na saída da lagoa de tratamento e que vai para o Ribeirão Arary nesta quarta-feira (13)

Ainda, as chuvas que caíram na cidade nos últimos dias ajudaram e muito a limpeza do Ribeirão Arary, que mantem em seu fundo dejetos de anos e anos de esgoto sem tratamento que por ali passaram.

Visita de vereadores
Nesta quarta-feira (13), os vereadores Mané da Rádio, Elaine Brambilla, Dr. Marcio Tonissi e Missionária Maria, além de vários assessores de vereadores que não puderam estar presentes por terem assumido outros compromissos, estiveram visitando a Estação de Tratamento de Esgoto e puderam conferir de perto a diferença na cor da água que vem sendo despejada no ribeirão.

Comunicação/Saema

Back to top